InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se
Compartilhe | 
 

 Impossible to Forget - 14

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
happy_me
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 297
Idade : 25
Localização : Madeira
Humor : (:
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/07/2009

MensagemAssunto: Impossible to Forget   Sex Jul 24, 2009 1:37 am

Olá! 8D

Fic:
Título: Impissible to Forget
Autora: DichundMich
Par: Bill/Tom
Géneros: Twincest, drama (acho eu ^^')
Classificação: +16 (se houver para +18 eu aviso =)
Disclaimer: As personagens não me pertencem, e a historia é toda fruto da minha imaginação.
Completa: Não :p
Não pus resumo porque costumo mudar a fic pelo meio xD

Bem, não é a primeira fic que faço de TWC, é a segunda xD. Estou a fazer outra com a Dheiligen *-* (ela é uma fofa!)
Pessoalmente, acho que a minha maneira de escrever é horrível (prefiro ler ^^), e para além disso, não sou boa a descrever os sentimentos das personagens '--
Mas apesar disto tudo, espero que gostem!

Se tudo correr bem, posto amanhã ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss_Blood
Viciad@
Viciad@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 380
Idade : 25
Humor : Happy in my own darkness
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 22/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 2:06 am

fiko a espera..
estou super anciosa por ler a tua fic..
mais só postas amanha,,
ai k ansiedade.. FIKO A ESPERA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tokio_hotelclelia.blogs.sapo.pt/
loucaporkaulitz
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 282
Idade : 24
Localização : cama, as escondidas>.<
Emprego/lazer : tutora dos gemeos
Humor : cabelos em pe x)
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 17/07/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 2:38 am

ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma ma oook chega



nao postas hoje ???? porque

amanha postas senao !!!!!!!!!!!!!!!!!!!

adoro-te rapariga

kuss !
posta!!!!


love you
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carolina.
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 25
Idade : 21
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 09/05/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 3:34 pm

posta. ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss KayLee
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 276
Idade : 23
Localização : In a secret place with him
Emprego/lazer : nyet xD
Humor : Depende
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 16/11/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 5:32 pm

posta Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
happy_me
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 297
Idade : 25
Localização : Madeira
Humor : (:
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/07/2009

MensagemAssunto: Impossible to Forget - Cap.1   Sex Jul 24, 2009 8:45 pm

Bem, obrigada 8D só espero não vos desiludir :/
Ah! xD Quero agradecer à loucaporkaulitz e à RockaBilly =)

Obrigado por me insentivarem

Aqui vai

Capítulo 1

Ele não queria acreditar no que estava a ouvir. A mãe dele tinha o quê?
- Não brinques comigo pai! – gritou Tom andando de um lado para o outro.
- Vê se te controlas Tom! – gritou Jörg.
- Tu quase não me deixavas vê-la! Uma vez por mês não dá para nada – fez uma pausa -, quer dizer, não dava para nada. E – começou a soltar algumas lágrimas -… agora ela morreu! – voltou a gritar.
- Não chores que pareces uma menina – disse de forma fria. – Se quiseres posso levar-te ao cemitério.
- Eu não fui ao funeral? Mas que merda é esta pai?
- Não me fales nesse tom! – aproximou-se de Tom. Este fexou imediatamente a boca e virou a cara. – Agora se quiseres apanha uma camioneta até Leipzig, já não me apetece te levar… - disse dirigindo-se para a porta.
- Onde vai?
- Chamaram-me para tratar de uns papéis. Até depois de morta ela me dá trabalho… - bateu com a porta.
Jamais perdoaria Bill! A culpa disto tudo era dele. Porque é que ele não tinha ficado quieto e calado?
Mesmo passados dez anos, ainda se recordava daquele dia. Era impossível de esquecer.
«À Dez anos:
- Tu nunca mais voltas a tocar no meu filho! – gritou Simone escondendo Bill atrás se si.
- Tu acreditas no que esse pirralho te disse? – gritou Jörg, também.
- Acredito! Como pudeste fazer-lhe isto? Ele tem sete anos, é uma criança! – começou a chorar. – É teu filho.
- O meu filho é um rapaz – disse grunhindo. – Essa coisa que está ai não é meu filho. Não com essa cara cheia de porcarias, muito menos, com essas roupas!
- Cala-te!
- O meu filho é o Tom – apontou em direcção à porta da sala.
- Vai-te embora e não voltes! – gritou já desesperada.
Jörg dirigiu-se até à porta da sala e agarrou Tom pela cintura.
- Larga-o! Aonde é pensas que pensas que me levas o meu filho?
- O teu filho – disse já saindo pela porta que dava para o pequeno jardim da frente -…é isso que arrasas atrás de ti.
- Jörg seu canalha, devolve-me o meu filho.
Os dois pequenos só conseguiam soltar lágrimas. Bill não queria perder o seu gémeo, mesmo que ele não o tenha defendido, este ainda o amava mais que tudo. E Tom, não queria que o separassem da mãe, muito menos do irmão!
Jörg mudou-se para Berlim, levando Tom atrás.»
Simone nunca conseguiu ter a custódia dos dois rapazes, mas conseguiu fazer com que Tom a pudesse visitar, quando Jörg autorizasse.
De todas essas vezes, Tom recusara-se a ver Bill. Começara a odiá-lo, desde que tomou consciência de que fora por causa dos actos do irmão, que o separaram da mãe.
Bill também se recusava a ver o irmão. Estava revoltado, não só por Tom se recusar-se a vê-lo, mas também, porque era suposto o Tom ajudá-lo quando o pai lhe fazia aquelas coisas, não tentar faze-lo escondê-las da mãe, e, dizer que se contasse os pais iriam brigar.

Agora que Tom pensava bem, o Bill estava sozinho.
- Ah não! O pai nunca permitiria uma coisa dessas! – disse já exaltado começando, de novo, a andar de um lado para o outro. Jörg não o podia trazer para casa. Se isso acontecesse Tom teria um ataque de raiva, mandaria o rapaz para o hospital!

ps: Também te adoro rapariga
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carolina.
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 25
Idade : 21
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 09/05/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 8:54 pm

POSTASTE! *___*

Esse Jorg devia levar um bom par de murros! Deviam masé decapitá-lo!

Vou dar cabo dele. Fazê-lo em bocadinhos! :'c

DichundMich, deixas ? *-*

- cena da luta. 8D

aww, eu adorei o capítulo, fico à espera do próximo. ^^

beijinhos.
<3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
loucaporkaulitz
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 282
Idade : 24
Localização : cama, as escondidas>.<
Emprego/lazer : tutora dos gemeos
Humor : cabelos em pe x)
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 17/07/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 8:59 pm

ves eu disse que ia-mos adorar eu amei^^

ai o p.s Razz

mais mais mais mais mais mais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais maismais mais ai !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
O.O
VOU DAR EM DOIDA

TOMI ES UM PARVO No

billy tadinho....

enfim

quero mais cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss KayLee
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 276
Idade : 23
Localização : In a secret place with him
Emprego/lazer : nyet xD
Humor : Depende
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 16/11/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 9:13 pm

AWWWWWW


Continua depressaaaaa *__*

Eu mato o Jörg Grrr Mad

Depressa liebe =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 11:15 pm

gostei amor


mais mais mais ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Rockabilly
Tarad@
Tarad@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 319
Idade : 27
Localização : ao lado do Bill
Humor : Perverso XP
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 11/02/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sex Jul 24, 2009 11:57 pm

Lindo simplesmente
continua rapido


P.S: estas me agradeçer porque???

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss_Blood
Viciad@
Viciad@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 380
Idade : 25
Humor : Happy in my own darkness
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 22/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 12:07 am

Postaste.. avé ..*.*
ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.. awwwwwwwwwwwwwwwwww lindo..
posta mais hj..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tokio_hotelclelia.blogs.sapo.pt/
happy_me
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 297
Idade : 25
Localização : Madeira
Humor : (:
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/07/2009

MensagemAssunto: Impossible to Forget - Cap.2   Sab Jul 25, 2009 4:04 am

Agradeço-te porque,se bem me lembro, também me insetivaste xD Ou simplesmento estou-me a passar...^^'
Obrigada pelos comentários, fico felicissima(é assim que se escreve? LooL) por estarem a gostar 8D
Podes dar-lhe porrada carolina. ^^ só enquanto não chega... não digo

Capítulo 2

O dia de Sábado foi passado com muita ansiedade. Domingo, pelo meio-dia, já estava confirmado, Bill iria ir viver com eles. Este chegaria segunda.
Provavelmente iria encontrá-lo na escola… “Que porra! Maldito!” pensou Tom.
Segunda de manhã, Bill entrava a passos apressados na escola, fazendo as outras pessoas notar a sua presença.
Ele não queria mesmo estar ali, mas por mais que tentasse, não lhe davam permissão para viver sozinho, não com dezassete anos, e com o pai “presente”.
Na hora de entrar, Bill rezou para que não ficasse na mesma turma de Tom, e depois, rezou para que não tivesse de se sentar num dos lugares vazios que o rodeavam, visto que tivera de encarar Tom, pela primeira vez em dez anos, assim que entrou na sala.
“Mas aquele anormal é louco! Deixou o cabelo crescer, como uma rapariga, e… mas… ficou pior o paspalho! Aquilo não é meu irmão!” pensou Tom, enquanto seguia Bill com o olhar.
“O mesmo paspalho de sempre, as mesmas estúpidas roupas XXL de sempre, o mesmo estúpido ninho de ratos de sempre, a mesma cara estúpida de sempre… aquele anormal não mudou nada, para além daquele estúpido boné recente! Definitivamente pior!” pensou Bill, olhando o irmão, logo depois de se sentar a umas mesas de distância deste.
A aula foi passada com olhares, muito incomodativos tanto para um, como para o outro.
As aulas tinham terminado por hoje, infelizmente. Agora teriam de voltar para casa, não juntos, mas pelo mesmo caminho.
Para alívio de Bill, Tom preferiu ficar mais um tempo na escola, a conversar com os amigos. Assim ganharia um bom avanço, caso este não se demorasse.
Chegou a casa, e como seria de prever, Jörg tinha jogado as malas dele mesmo na entrada. Nem se dera ao trabalho de as pôr dentro de casa. Não pensou que poderia passar alguém ali e as levar. Mas, novidade?! Óbvio que não!
Dirigiu-se para o andar de cima e só encontrou cinco portas. Uma ao fundo do corredor, duas de um lado e duas do outro lado, quase à frente umas das outras.
Revistou quatro deles, começando pelo do fundo, e, quando se deu conta que não havia quarto de hospedes, entrou em pânico.
Dirigiu-se ao que faltava, que devia ser o de Tom, e ao entrar, deparou-se com duas camas.
- Argh! Não! Só podem estar a gozar comigo – resmungou ainda em pânico.
Correu para a sala no andar de baixo, tentando desesperadamente, encontrar outro lugar onde pudesse dormir. A única coisa que encontrou foi: dois cadeirões, dois puffs e uma mesa de centro.
Começou a bater, com os punhos cerrados, na parede. Ele teria de dormir no mesmo quarto que o rastoso?!
- Mãe - pronunciou num tom baixo, deixando pequenas lágrimas aparecerem-lhe nos cantos dos olhos -… sinto tanto a tua falta. Porque me deixaste com ele outra vez?
Tinha acabado de dizer isto, quando ouviu a porta a abrir.
Limpou rapidamente as lágrimas e sentou-se num dos puffs. Ouviu passos e inclinou a cabeça para trás.
Tom estava parado à frente da porta, olhando-o. Este tinha os olhos com um vermelho claro. Também tinha chorado? É que se não, mentia muito mal.
Desviaram, os dois, o olhar e Tom seguiu para o seu quarto.
“Vai ser uma longa tarde…” pensou Bill, ligando a TV.
Duas horas depois ouve, outra vez, a porta a abrir. Desta vez não era Tom. Era Jörg.
Bill baixou o volume da TV e encolheu-se no puff.
Jörg sorriu maliciosamente ao ver Bill encolhido no puff. Avançou até chegar a este, sentando-se no outro puff.
- Já te acomodaste? – indagou passando-lhe a mão na cara.
Bill desviou-se rapidamente e começou a tremer.- Que foi? – voltou a indagar num tom cínico, aproximando-se outra vez.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
carolina.
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 25
Idade : 21
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 09/05/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 4:14 am

obrigada Dich. *__*
ai, ai, o que é que o Jörg lhe vai fazer ? Nada espero bem. :c

eu gostei do capítulo. ^^
posta mais ! +.+
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
loucaporkaulitz
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 282
Idade : 24
Localização : cama, as escondidas>.<
Emprego/lazer : tutora dos gemeos
Humor : cabelos em pe x)
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 17/07/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 4:18 am

ai amor eu esotu tao anciosa como isto vai correr!!!!!!
u.u sem palavras juro!
posta mais hoje mesmo ! JA!!!!!!
kuss cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss_Blood
Viciad@
Viciad@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 380
Idade : 25
Humor : Happy in my own darkness
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 22/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 4:19 am

ai..
o tom ta a ser mt parvo.. Sad
aii k até m da um aperto no <3..
esse jörg violava o bill né.. é isso nao é..
ai jörg
ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii esse capitulo amei mt..
bem k podias postar mais um hj va laaaaaaaaaaaaaaaaa
mais um va la va la va la
sim sim sim pfffffff
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tokio_hotelclelia.blogs.sapo.pt/
Jana Kaulitz
Pervertid@
Pervertid@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 249
Idade : 28
Humor : Tonta
Data de inscrição : 17/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 1:58 pm

Oh meu deus +.+
Comecei a ler agora.
Que lindo amor *.* O Jorg violava.o ? *o*
O Tom tem de protege.lo pahh !
Quero maisss *w*

Kuss «3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
happy_me
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 297
Idade : 25
Localização : Madeira
Humor : (:
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/07/2009

MensagemAssunto: impossible to Forget - Cap.3   Sab Jul 25, 2009 4:47 pm

xD Vou desiludir-vos, ainda não chegou a essa parte. (eu divago muito '--) mas digo que TWC é um pouco mais para a frente. E acho que ainda vão odiar mais o Jörg Mad maybe... ^^'
Não sei se posto mais hoje. Ainda só vou em quatro páginas e meia no word xD e custa-me a escrever. Desculpem
Mais uma vez, obrigada pelos comentários 8D

Capítulo 3

- Não me toque – levantou-se.
- Já falamos sobre isto no carro – disse levantando-se também. – Vais viver na minha casa, sob as minhas condições!
- Não – baixou a cabeça -, quero ir-me embora, ponha-me num lar.
Jörg libertou uma gargalhada. – Se fizer isso não recebo o dinheiro da morte da tua mãe, por isso – aproximou-se de Bill prendendo-o pelo pescoço -… pensa bem no que fazes, antes de sair por aquela porta.
Bill já soltava lágrimas. Jörg largou-o, mas continuou
- Não precisas de chorar – voltou a passar-lhe a mão na cara. Bill correu para o andar de cima e trancou-se na casa de banho.
Tom ouviu a porta a bater e espreitou pela ranhura da sua. Viu Bill a passar-lhe à porta do quarto, com uma cara aterrorizada.
Por mais que lhe custasse admitir, ainda queria ajudar o irmão. Não queria vê-lo naquele estado, provavelmente todos os dias.
Chegou à hora de jantar, e a porta da casa de banho, ainda não tinha sido aberta.
Na cozinha, Jörg e Tom comiam sem pressas.
- O Bi… - começou Tom. – Ele não vem jantar?
- Como queres que saiba? – disse friamente.
Tom calou-se. Preocupava-o que Bill ficasse sem comer, mas não ia dar parte fraca. – Desculpe.
Acabaram de jantar e foram cada um para o seu quarto.
“Bill… Não vais ficar ai eternamente.”Levantou-se e dirigiu-se à WC.
- Olha – chamou -, preciso de ir ai – e estas foram, as primeiras palavras que dirigiu ao irmão.
- Vai à outra – e aquelas foram as primeiras que lhe foram dirigidas, da parte do seu gémeo.
- Mas tu pensas que estás aonde? – quase gritou.
- Numa casa de loucos! – gritou também.
- Estás à vontade para ir embora!
Houve um pequeno silêncio. Bill abriu a porta, agarrou o irmão pelo pescoço e encostando-o à parede gritou:
- Diz isso ao teu pai!
Tom empurrou-o bruscamente, fazendo com que este caísse, fortemente, no chão.
- Eu nunca mais te perdoo – disse Tom virando-lhe as costas. Bill agarrou-o pelas rastas e puxou-o para trás.
- Eu é que nunca mais te irei perdoar – sussurrou-lhe ao ouvido.
Tom soltou-se e voltou a empurra-lo. Bill tentando equilibrar-se arranhou-lhe o braço, ficando uma ferida profunda, o que fez Tom dar um grito.Pôs-se por cima de Bill, que se encontrava no chão e começou a apertar-lhe o pescoço. Bill, para o afastar, agarrou com uma mão as de Tom, e com a outra tentava encontrar a cara deste para o arranhar.
Jörg apareceu e separa-os.
- Mas tu estás louco? – gritou para o moreno.
“Eu odeio-te… eu odeio-vos!”pensava enquanto Jörg lhe falava.
- Deixe-me em paz – gritou. – Quer o dinheiro, eu dou-lho todo - já soluçava -, mas deixe-me em paz.
Tom ao ouvir isto virou-se, de olhos arregalados, para o pai. Bill só ali estava, porque Jörg só queria o dinheiro da sua mãe?
- Tu queres o dinheiro da mãe?
- ‘Tu’ não! Eu sou teu pai. E o dinheiro é para nós os dois, e bem… três…
- Eu já nem me devia surpreender consigo – voltou para o quarto.
- Vês o que tu fazes? Já estás a afastar o meu filho de mim.
Bill baixou a cabeça. – Então deixe-me ir… eu dou-lhe o dinheiro.
- Pois… mas se estiveres num lar, só podes ‘mexer’ no dinheiro com dezoito anos, e se estiveres aqui, os cheques podem ser trocados por mim. Além disso, ia ficar mal visto à frente de certas pessoas – disse encolhendo os ombros. – Vá, vai lá dormir que amanhã há escola.
“E tu muito preocupado…”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jana Kaulitz
Pervertid@
Pervertid@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 249
Idade : 28
Humor : Tonta
Data de inscrição : 17/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 4:55 pm

Oh, o Tom está a ser tao mau com o Bill )':
Ele devia protegê.lo , e nao bater.lhe mais Sad
SE ELE gosta dele pelo menos como irmão, nao devia fazer isto.
O Jorg é umm estupido Evil or Very Mad
Quero mais ^^ Por favor, hoje +.+
Adorei :'D

Kuss «3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss KayLee
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 276
Idade : 23
Localização : In a secret place with him
Emprego/lazer : nyet xD
Humor : Depende
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 16/11/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 5:06 pm

Continua depressa Smile

Estou a gostar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Miss_Blood
Viciad@
Viciad@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 380
Idade : 25
Humor : Happy in my own darkness
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 22/12/2008

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 6:15 pm

ai o caneko..
rapariga paras logo aki..
aki nao.. ai continua continua continua plizzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

ai o tom até estava preokupado mais o orgulho dele ta a falar mais alto..
muito mais alto.
esse jörg boi d um raio algm lhe enfie um pau pelo cu axima..

mais mais mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tokio_hotelclelia.blogs.sapo.pt/
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Sab Jul 25, 2009 7:55 pm

OMG CONTINUA!!!!!!!!!!!!!!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
saniilove
Crític@
Crític@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 50
Idade : 24
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Dom Jul 26, 2009 12:37 am

amei..sim sim..*.*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
kaulitzt
Convidado



MensagemAssunto: Re: Impossible to Forget - 14   Dom Jul 26, 2009 1:23 am

mt fixe.. affraid
Voltar ao Topo Ir em baixo
happy_me
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 297
Idade : 25
Localização : Madeira
Humor : (:
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/07/2009

MensagemAssunto: Impossible to Forget - cap.4   Dom Jul 26, 2009 6:05 pm

8D (derretendo-me) xD
Mais um capítulo ^^

Capítulo 4

Bill dirigiu-se apressadamente para o quarto, deitando-se sem tirar a roupa, ou sapatos, e adormecendo logo de seguida. A dormir era o único momento em que podia ‘escapar’, durante umas horas, daquele pesadelo.
Tom acordou e olhou a cama ao lado. Bill ainda dormia, ou pelo menos, parecia.
Levantou-se e chegou mais perto, podendo assim ver-lhe o rosto. Ainda se notavam os rastos que as lágrimas lhe deixaram, mas mesmo assim, ele continuava perfeito.
“Porque nos fizeste isto Bill?” Começou a deixar aparecer lágrimas nos cantos dos olhos, não se apercebendo de que Bill já se mexia.Quando se apercebeu afastou-se rapidamente, voltando-se a deitar na cama.
Bill rodou e olhou o irmão, que se encontrava de costas voltadas para ele. Levantou-se e olhou a cara do irmão “Deves-te perguntar porquê. Pois eu pergunto-te o mesmo…” – Porque não me deixaram outra escolha… - sussurrou num tom quase inaudível, ainda a olha-lo. Tom ouviu mas não quis confrontá-lo.
Já na hora do almoço, Bill encontrava-se sentando num banco do jardim, a comer o que tinha comprado no bar.
- Mas que merda – resmungou -, não sabem fazer sandes sem legumes? – indagou ao ar, enquanto tirava a alface e o tomate da sandes, deixando só o queijo e o fiambre.
- Olá – disse uma rapariga elegante, de cabelo ruivo, com olhos verdes e um sorriso simpático. – Sou Maddy. Tu deves ser o Bill, se bem me lembro.
Para tudo! Uma rapariga estava a falar com ele? Vinda do nada? Não! Alguém estava a falar com ele, vindo do nada.
Bill piscou os olhos varias vezes, ainda a olhar para ela.
- Estás bem? – perguntou-lhe com uma cara séria ao ver a expressão de Bill.
Bill voltou a si. – Ahm… claro. Estou óptimo! – respondeu-lhe.
- Ah – voltou a sorrir -, pregaste-me um susto agora.
- Desculpa – sorriu também. Não podia estar mais contente naquele momento. – É que ninguém costuma falar comigo, bem… não assim do nada – deu um riso nervoso.
- Não vejo porquê… - disse sentando-se a seu lado.
- Deves ser a única – disse dando uma trinca na sandes.
Maddy riu-se. – És irmão do Tom Kaulitz, não és?
Bill parou de comer, fitando-a de boca aberta, ainda com a comida na boca.
- Como sabes? – ela não era da turma, e era a primeira vez que Bill a via.
- São parecidos – disse dando uma alta gargalhada.
- Não somos nada!
- São sim! – insistiu. – Principalmente os vossos lábios e olhos.
Ele pôs a sandes à frente dos lábios e fechou os olhos com força. – Assim pareço diferente? – perguntou com a voz abafada pela sandes.- Ainda mais parecidos – riu-se. – Lembro-me que, quando o Tom não gosta de algo, fecha os olhos como tu fazes e põe a mão à frente da boca, fingindo o vómito.
Bill bufou e olhou-a rendido. – Somos gémeos.
Esta abriu muito os olhos, e mais um sorriso, que quase lhe rachava a cara, apareceu.
- Eu sabia! Eu sabia! – repetiu várias vezes dando palminhas.
- Conhece-lo bem!
- Quem não conhece? Todas o querem! – calou-se logo que acabou de dizer isto e fez um ar pensativo. – Menos eu – riu-se.
- E pode-se saber porquê? – indagou curioso.
- Claro. Não tenho problemas quanto à minha orientação.
- Ah! – Bill já tinha percebido. – E mais uma pergunta, durante este minuto que a seguir devo ter mais – Maddy riu-se e ele também -, porque vieste falar comigo?
- Simples! Eu quis.
Bill ergueu as sobrancelhas. – Ah, tu quiseste.
- Sim! Além disso parecias triste e eu não gosto de ver pessoas assim – sorriu-lhe abraçando-o. Bill tinha ficado com uma expressão indescritível perante aquela resposta, mas retribuiu o abraço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Impossible to Forget - 14
Voltar ao Topo 
Página 1 de 4Ir à página : 1, 2, 3, 4  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Promise Me You Will Not Forget Me
» [Wallpaper] I will never forget you ~
» O regresso do Zé Socas...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH-twincest :: Fan-made :: Fanfiction-
Ir para: