InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se
Compartilhe | 
 

 Se é amor, não importa com quem for

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11
AutorMensagem
vickfeller
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 35
Idade : 23
Localização : Brasil
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/06/2008

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Nov 11, 2009 7:36 pm

Finalmente o Billzinho vai voltar
Estou anciosa pra saber o que vai acontecer
(esses emoticons são beeem legais )
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
racquel
Convertid@
Convertid@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 421
Idade : 23
Localização : No quarto do Tom xD Me procura lá que vc acha xD
Emprego/lazer : só estudo num faço mais nada inda bem *O*
Humor : bom...sou calma, até alguem chegar e me irritar ù.ú
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 27/06/2009

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 3:10 am

- Bill, acorda.- Gustav sacudia o mais novo, que ainda estava dormindo.

- Hum...deixa eu dormir.- Resmungou, sonolento.

- Tá bom. Então não vou lembrar você que hoje é seu aniversário e que o Tom vai vir te buscar daqui a vinte minutos.- Os olhos do moreno se arregalaram por causa do susto.

- Como é que é?- Sentou-se na cama rapidamente.- O Tom tá vindo pra cá?- Gritou.

- Aham. Acho melhor você se arrumar.- Os mais novo saiu debaixo das cobertas e praticamente voou para o seu guarda-roupa.

- Por que não me acordou antes?- Bill vestia, desajeitadamente, uma calça preta que, para dificultar, era justa demais.

- Porque ele acabou de ligar, dorminhoco. E eu tentei te acordar antes, mas você dorme que nem pedra.- Brincou.

- Céus, Gust. - Bill colocou uma camiseta cinza, logo depois pegando sua escova.- Como que eu tô? Meu cabelo tá legal? Uso maquiagem ou não? Acho que um poquinho de base ficaria bem e...- Gustav começou a rir.- Rindo do quê, posso saber?

- Você é pior que uma ex-namorada que eu tinha, Bill. O Tom vai te achar perfeito do jeito que você estiver. Além do mais, ele vem te ver todo o dia, não sei o porque dessa preocupação boba com a aparência. Você nem precisa disso.- Bill sorriu.

- Que lindo, Gust.- Brincou.- Mas é que hoje eu saio daqui. LIVRE!.- Bill começava a saltitar, fazendo com que o mais velho solte mais lgumas risadas.- Vou poder voltar para casa e...- Parou. Olhou para o loiro e sua expressão se tornou triste.- Não vou mais te ver, Gust.

- Hey, não faz essa cara.- Levantou-se e foi até o moreno. Segurou seu queixo e o encarou.- Você sabe meu número. É só me ligar que eu venho correndo, quer dizer, voando, pra Alemanha.- Bill soltou uma risada.

- Promete? Passe o fim de ano na Alemanha, Gust, por favor? Você pode ficar na minha casa.- Pediu, quase implorando.

- Não sei. Eu vou ficar na casa do Andreas, não gostaria de deixar ele sozinho.

- Traga-o também, quanto mais gente melhor.- Gust fingiu ficar pensativo.

- Ok, eu vou. Falta só alguns meses, não é? Tudo certo.- Sorriram e se deram um último abraço antes de ouvir uma batida na porta. O mais novo correu para ver quem era, como se já não soubesse.

- Tom!- Bill o abraçou assim que a porta foi aberta.- Não precisou entrar pela janela, dessa vez?

- Não, Bill. Hoje você pode sair daqui. Os parentes podem vir buscar.- Entrou e fechou a porta.- Aliás...- Empurrou Bill para a parede.- Feliz aniversário, Billi.- Beijou seus lábios.

- Feliz aniversário, Tomi.- Retribuiu o beijo.- Quero um presente melhor quando chegarmos em casa, hein?- Sorriu,malicioso.

- Hum, que tipo de presente?- Fingiu-se de desesentendido.

- Esse presente.- Bill levou sua mão até o membro do mais velho.

- COF COF.- Gustav tossiu, falsamente.- Gente, por favor, eu ainda estou aqui.- Fingiu estar magoado. Bill colocou a língua pra fora, infantilmente.

- Vamos então.- Disse Tom.- Vai levar alguma coisa, Bill?

- Nada. Só a roupa do corpo. Não quero nada que me lembre este lugar.

Gustav pegou apenas uma mochila que tinha algumas coisas suas. Desceram as escadas até chegarem ao térrio. Simone os esperavam, enquanto assinava alguns papéis.

- Tudo resolvido, meus lindos.- A mãe abraçou os dois.

- Eu acho que vou indo, não é?- Disse Gustav, apontando para o táxi que o esperava.

- Vou sentir saudades.- Bill o abraçou, de novo.

- Venha visitar a gente.- Foi a vez de Tom dar um abraço no amigo.

- Bill já fez essa proposta.- Riu.- Eu vou na véspera de ano novo.

- Adeus, meu querido.- Simone deu um beijo em seu rosto.

- Até mais, pessoal.- Gustav acenou, enquanto entrava dentro do carro. Seria uma nova vida ao lado de seu amigo Andreas.

- Ele me ajudou tanto...- Disse o mais novo, lembrando de que ele foi o único que o ajudou lá dentro.

- Eu agradeço por ele ter protegido você.- Tom passou um braço pela cintura do irmão.

- Agora vamos.

- Vamos aonde, mãe?- Bill estava confuso.

- Eu já comprei a passagem de avião pra Alemanha, Bill. Chegaremos hoje à tarde.- O sorriso de Bill se expandiu.

- Finalmente. Vamos logo.- Bill quase corria. O aeroporto não era muito longe dalí. Alguns minutos andando e eles chegariam em tempo para pegar o próximo voo. Antes de sair totalmente do internato, Bill vira para trás e mostra a língua.

- Seus nojentos, nunca mais piso aqui.- As recepcionistas ficaram de boca aberta, vendo o garoto dizer aquilo. A mãe e o irmão apenas souberam rir.
Quando menos esperavam, já tinham chegado no aeroporto e se encontravam dentro do avião, partindo para sua antiga, desejada e maravilhosa vida. Como previsto, os gêmeos sentaram lado a lado. Simone não se importou, eles precisavam de privacidade.

- Sempre juntos agora, não é, Tomi?

- Somos maiores de idade, ninguém mais pode separar a gente. Se tentarem fazer isso novamente, eu vou atrás de você, como eu fiz. Eu vou aonde você for, não importa quando tempo passar, eu vou sempre estar aqui. Você faria o mesmo, não é?

- Nem precisa perguntar, Tomi.- Apertou a mão do irmão.

- Está com sono, Bill?- Tom viu o menor bocejar.

- Aham. Essa correria toda me deu sono. Encostou a cabeça no ombro do irmão e fechou os olhos, dormindo logo em seguida.

- Obrigado, Millena.- Sussurou um agradecimento à irmã gêmea de Miley, porque, aliás, ela estava fazendo um pequeno servicinho que ele tinha mandado. Apoiou sua cabeça na do mais novo, sentindo o sono bater. Provavelmente estavam tendo o mesmo sonho, onde não precisavam se preocupar com nada. Onde eram somente os dois, mais ninguém.

[ Millena ]


- Miley, quero você rapidinho aqui no meu quarto.- Eu disse, num tom autoritário. Ouvi ela resmungar alguma coisa, algo como "já vai". Estava tudo indo bem, como você pediu, Tom.

Flashback

- Você vai ir atrás do seu irmão?- Perguntei, enquanto ele limpava o chão do manicômio.

- Sim, hoje é meu último dia aqui. Vou atrás dele amanhã mesmo.

- Hum, espero que nós possamos nos ver novamente, o médico diz que eu vou sair em torno de uma semana.- Sorri.

- Isso é ótimo, não é?- Ele disse, feliz.- Sabe, fiquei sabendo que a Miley é sua irmã gêmea, não é? Vocês são bem parecidas quando você está sem pintura no rosto.

- Infelismente ela é. Foi ela que me colocou aqui.- Disse, em tom triste.

- Como?- Ele perguntou assustado.

- Eu amava ela, como você ama seu irmão. Um dia cheguei em casa e a beijei, confessando logo depois que à amava, mas ela não aceitou. Ela disse coisas horríveis, isso mecheu com o meu psicológico, então eu vim parar aqui. Esse é mais ou menos o resumo da minha história.

- Mas você ainda à ama?

- Não. Apenas sinto-me mal perto dela. Mas isso é passageiro. Gostaria de fazer ela pagar por tudo o que fez.

- Tem um jeito.- Ele sorriu.

- Qual?- Perguntei, curiosa.

- Nós dois podemos sair vitoriosos.- Apenas esperei ele continuar falando.- Você disse-me que era irmã mais velha e que receberia a herança da família, certo?

- Sim.

- Então, obviamente, tudo fica no seu nome, tudo. Se você quiser pode mandar ela embora da sua casa e fazer com que ela more na rua.

- Perfeito. Ela odiaria isso.

- Mas não é esse o plano, é algo melhor.

- O que, então?

- Faça ela se sentir mal, sentir nojo, sentir a mesma coisa que você sentiu. Seja autoritária. Isso é o pior castigo.

- Você é um gênio, Tom. Vou fazer isso. Vou dizer que ela só pode ficar na minha casa se ela fizer uns " servicinhos " para mim. Ela vai ter que fazer ou vai para rua.

- Isso mesmo.

Flashback end.


- Beija-me.- Ordenei, quando ela apareceu no meu quarto. Ela veio na minha direção e fez o que eu pedi. Ela sentia nojo, pavor, eu podia sentir isso. Isso, sinta raiva. Sinta-se pior do que eu me senti.

Tudo está indo perfeitamente bem, Tom.

[/Millena]

- NÃO ACREDITO.- Georg gritou quando viu a porta ser aberta e o ser de cabelos pretos aparecer na sua frente.- BILL.- Georg foi ao seu encontro e o abraçou forte.

- Assim você me sufoca, Ge...- Disse Bill, sorrindo abertamente.

- BILL.- O moreno ouviu uma voz mais aguda. Era Mike. Abraçou-o junto com Georg, fazendo com que Bill ficasse mais sufocado.

- Gente, tô ficando roxo...socorro.- Os dois riram e o soltaram.- Nossa, eu consegui sentir BEM a saudade de vocês.- Brincou.

- Você nos deixou muito preocupado. Mas tudo deu certo. Sabiamos que você iria voltar.- Disse Mike.

- Como era o lugar? Fez algum amigo lá? Alguém te maltratou?- Georg perguntava, ansioso.

- Calma, calma. Nada de ruim aconteceu. Sim, eu fiz um amigo, um ótimo amigo. Ele vai passar o fim do ano com a gente. Bill caminhou com Georg e Mike até o sofá, contando-lhes tudo o que tinha acontecido. Contou como que Tom fazia para vê-lo todos os dias e todos os outros detalhes menos importantes, mas que os dois faziam questão de escutar com curiosidade.

- Vocês não querem ficar sozinhos um pouco, hein?- Simone sorriu para o filho mais velho, que olhava de longe Bill se divertindo com seus outros dois amigos. Tom corou.

- Talvez, está ficando tarde.

- Georg, Mike! Vocês devem estar cansados. Obrigada por terem cuidado da casa por mim. Não querem descansar um pouco? Amanhã podem vir novamente.

- Dona Simone tem razão.- Disse Mike, bocejando.- Vamos, amor?- Segurou Georg pelo braço.

- Só se eu puder dormir na sua casa, no mesmo quarto e na mesma cama.- Mike riu, mas aceitou. Os dois se despediram mais uma vez, quase esmagando Bill novamente.

- Já vai dormir, mãe?- Perguntou o mais novo.

- Não, vou ver um filme antes. Podem subir, se quiserem.

- Ok. Nós dois vamos subir, estamos cansados.- Deram um beijo de despedida e subiram rapidamente as escadas, em direção ao quarto que dividiam.

- Tudo está certo novamente.- Simone sorriu.- Tudo está como deveria estar.- Disse para si mesmo, enquanto escolhia um filme.



- Nossa, como eu senti saudades do meu quarto.- Bill se jogou em cima da sua cama, agarrando um travesseiro.

- E eu senti saudades de você nessa quarto.- Subiu em cima do mais novo.- Ele era tão vazio sem você.- Beijou a testa do irmão.

- Tomi...- Sussurrou.- Quero meu presente.- Mordeu o lábio, maliciosamente.

- E terá...- Tom começou a retirar tanto suas roupas quanto às do outro.

Eles teriam o melhor presente de aniversário de toda sua vida.

Dois corpos se unindo com amor. Um único sentimento era jorrado dentro daquele quarto. Um único abraço que unia dois seres inseparáveis. Gemidos altos, não de dor, e sim de felicidade de estar um com o outro.

Nada mais.

Apenas os dois irmãos se amando.

Só era considerado errado se eles dissessem que eram errados.

Só era considerado errado se eles negassem esse amor.

Mas eles não fariam isso. Eles amavam. Isso era certo.


Tudo estava bem. Todos estavam bem e felizes, como deveria ser.

Será que todos estava realmente bem?

NÃOOOOO.- Miley gritou, assim que foi jogada na cama. Naquela noite ela não iria escapar.

É, nem todos.

FIM.

genteee demoro mas eu apareciii neh \o/ trouxe o ultima cap *--* espero q tenham gostado =D kiss a todas =** agora soh vou ter olhos para a " eu te amo, seu desgraçado", antes de começar alguma outra fic xD hehe kissão =**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vickfeller
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 35
Idade : 23
Localização : Brasil
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 15/06/2008

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 3:31 am

ADOREI *-*
a Miley se Fud** !! HAHA

um ótimo fim *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
loucaporkaulitz
Obscen@
Obscen@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 282
Idade : 25
Localização : cama, as escondidas>.<
Emprego/lazer : tutora dos gemeos
Humor : cabelos em pe x)
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 17/07/2009

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 1:19 pm

woooooow a fic ficou linda mesmo! *________*

essa puta vaca fodeu-se e é Bem feita!

adorei amor é pena é ter acabado


beijinhos e parabens pelo trabalho!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lady S.
Convertid@
Convertid@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 426
Idade : 29
Localização : Natal - RN
Emprego/lazer : Estudante
Humor : Sarcástico. Me adicionem no MSN, eu não mordo .-.
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 30/11/2008

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 5:02 pm

ouuuuuuuuuuuun, tão lindo *--*
uahsuashauhsuh Miley se fudeu =D
fiquei tão feliz!
Ficou muito lindo! Quero mais na "Eu te Amo seu desgraçado"
Kuss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sofi-diary.blogs.sapo.pt/
Melanie Kaulitz
Convertid@
Convertid@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 760
Idade : 23
Localização : Portugal
Emprego/lazer : Estudante
Humor : Depende dos dias
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 22/08/2008

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 8:28 pm

OMG! Tão lindo *-*
A Miley fudeu-se XD
Ou será que foi a Millena que a fudeu? (a)
x'D
Não consigo exprimir o quanto eu amei esta fic *-*
Quero mais da que tu estas a fazer agora, tim? ^^
Bjo. <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://o-diario-dos-disparates.blogs.sapo.pt
Dahlie
Curios@
Curios@
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 46
Idade : 24
Localização : Neverland :b
Emprego/lazer : Dreamrunner ^^'
Humor : *cantarolar*
Sou : Twincest Fan
Data de inscrição : 03/12/2009

MensagemAssunto: Re: Se é amor, não importa com quem for   Qua Dez 16, 2009 9:49 pm

OMG, adorei esta Fic *-*
O final foi um bocadinho mauzinho, mas ela «merecia» sofrer e os gémeos mereciam ficar juntos *o*
Quero mais coisinhas tuas :b

Beijinho xxx


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Se é amor, não importa com quem for
Voltar ao Topo 
Página 11 de 11Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 9, 10, 11
 Tópicos similares
-
» O primeiro e unico amor de Bill Kaulitz!
» Curiosidades interessantes da vida de Michael Jackson
» Bilhete: Michael manda um bilhete para os melhores fãs do mundo no Seminário Dia dos Namorados
» Duas historinhas que envolvem o amor
» Você sabe quem é Romero Britto e qual a sua ligação com Michael Jackson?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
TH-twincest :: Fan-made :: Fanfiction-
Ir para: